“SE SEUS PROJETOS FOREM PARA UM ANO,SEMEIE O GRÂO.SE FOREM PARA DEZ ANOS,PLANTE UMA ÁRVORE.SE FOREM PARA CEM ANOS,EDUQUE O POVO.”

“Sixty years ago I knew everything; now I know nothing; education is a progressive discovery of our own ignorance. Will Durant”

OBRIGADO DEUS PELA VIDA,PROTEGENOS E GUARDANOS DE TODO MAL


AUTOR DO BLOG ENG. ARMANDO CAVERO MIRANDA SAO PAULO BRASIL

quarta-feira, 11 de abril de 2012

RTA UNICA FABRICANTE DE AMERICA LATINA Filtro Ativo de Harmônicas SAO PAULO BRASIL


RTA REDE DE TECNOLOGIA AVANÇADA :http://www.rta.com.br

FILTERON

Filtro Ativo de Harmônicas

Capacidade: 25 até 800 amperes, paralelis de tensão 220/380/480/690 VCA

Disponível em média tensão até 13800Volts.

Configuração: 3 fases – 4 fios

Frequência: 50/60hz.

Customizações em diferentes montagens mecânicas e graus de proteção.

Interface Modbus e LCD (opcional). Compativel com a IEEE519

Funções

FILTERON é um conversor de potência em estado sólido, que proporciona as seguintes funções:
— Elimina a corrente harmônica em sistemas com carga não-linear.
— Compensação do fator de potência.
— Resistor virtual de amortecimento para prevenir a destruição por ressonância harmônica.
FILTERON é como um gerador de corrente reativa, especialmente quando são necessárias ao sistema. As harmônicas produzidas pelo FILTERON cancelam as harmônicas geradas pela carga não-linear, bem como a corrente injetada com o deslocamento capacitivo necessária a correção do fator de potência total, incluindo o fator de deslocamento.
Após o cancelamento das correntes harmônicas, seguem algumas vantagens óbvias:
(1) Prevenir a destruição por ressonância da corrente harmônica;
(2) Diminuição significativa da distorção da forma de onda da tensão;
(3) Diminuição da queda de tensão em transformadores e cabos;
(4) Redução da variação de temperatura em transformadores e cabos;
(5) Aumento do fator de potência, podendo chegar a unitário
(6)Aumento da vida útil das cargas
(7)Eficiência energética com redução das perdas por aquecimento
(8) Redução dos custos de manutenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário