“SE SEUS PROJETOS FOREM PARA UM ANO,SEMEIE O GRÂO.SE FOREM PARA DEZ ANOS,PLANTE UMA ÁRVORE.SE FOREM PARA CEM ANOS,EDUQUE O POVO.”

“Sixty years ago I knew everything; now I know nothing; education is a progressive discovery of our own ignorance. Will Durant”

OBRIGADO DEUS PELA VIDA,PROTEGENOS E GUARDANOS DE TODO MAL


AUTOR DO BLOG ENG. ARMANDO CAVERO MIRANDA SAO PAULO BRASIL

sábado, 29 de novembro de 2014

Veículos Elétricos: princípios, benefícios e impactos no sistema elétrico. INEP UNIVERSIDADE FEDERAL SANTA CATARINA BRASIL


 Título: Veículos Elétricos: princípios, benefícios e impactos no sistema elétrico.
 Descrição: Como uma possível alternativa para os veículos convencionais (com motor de combustão interna), pesquisa, desenvolvimento e investimento em veículos elétricos (VEs) estão avançando e uma variedade de opções já pode ser encontrada no mercado internacional e nacional. Desta forma, neste seminário serão descritos os tipos e o princípio de funcionamento dos VEs e discutidos os potenciais benefícios e impactos que eles poderão causar na infraestrutura atual do sistema elétrico. Objetivos: - Expor os principais conceitos sobre veículo elétrico (VE); - Apresentar os principais benefícios dos VEs para a sociedade e o meio ambiente; - Discutir a sustentabilidade do VE. - Discutir os impactos no sistema elétrico com a introdução dos VEs. Público alvo: Estudantes, empresas, governo e comunidade. Conteúdo programático: 1 – Introdução História Visão atual (mundo e Brasil) 2 – Principais estruturas dos veículos elétricos 2.1 – Completamente elétrico 2.2 – Híbridos 2.2.1 – Híbridos em série 2.2.2 – Híbridos em paralelo 2.2.3 – Híbridos em série/paralelo 2.2.3 – “Plug-in” híbrido 3 – Fontes de armazenamento utilizadas em VEs 3.1 – Baterias 3.2 – “Flywheel” 3.3 – Ultracapacitores 3.4 – Células a combustível Adicionar: motor / estrutura elétrica / mecânica, eletrônica de potência. 4 – Estações de carregamento 4.1 - Equipamentos utilizados na conexão do VE na rede 4.2 – Tipos de carregamento 5 – Impactos na rede elétricas com a introdução dos VEs 5.1 - “Range anxiety” e carregamento rápido 5.2 - Impacto dos carregadores rápidos 5.3 – O uso de fontes renováveis no processo de recarga dos VEs. 5.4 – Participação do VE no conceito de redes inteligentes (smart-grids) 6 – Sustentabilidade dos VEs 6.1 – Ciclo energético do VE 6.2 – Impactos ambientais 7 - Considerações finais Visão Futurística (smart-grids)!

Defesa de Mestrado do aluno Rafael Gomes Faust Conversor flyback modular conectado em série na entrada e série na saída operando no modo descontínuo com pulso único de comando INEP UNIVERSIDAE FEDERAL DE SANTA CATARINA


Publicado em 30 de ago de 2014 Conversor flyback modular conectado em série na entrada e série na saída operando no modo descontínuo com pulso único de comando O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, Prof. Carlos Galup Montoro, aprovou no dia 11 de agosto de 2014, a indicação de Banca Examinadora de Dissertação de Mestrado do aluno Rafael Gomes Faust cujo título é "Conversor flyback modular conectado em série na entrada e série na saída operando no modo descontínuo com pulso único de comando”.
 Área de Conhecimento: Eletrônica de Potência e Acionamento Elétrico
 Banca Examinadora: Prof. Roberto Francisco Coelho, Dr. - UFSC; Prof. Gierri Waltrich, Dr. - UFSC; Prof. Romeu Hausmann, Dr. – FURB e Prof Samir Ahmad Mussa, Dr - (suplente ) - UFSC
 A sessão de defesa será presidida pelo Prof. Telles Brunelli Lazzarin, orientador da dissertação, na data e local abaixo indicados.

Defesa de mestrado em ENGENHARIA ELÉTRICA - Delvanei Gomes Bandeira Junior - Apresentação INEP -UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA BRASIL


 Defesa de mestrado - Delvanei Gomes Bandeira Junior O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, Prof. Patrick Kuo-Peng, conforme resolução interna nº. 018/PPGEEL/97, aprovada em reunião do colegiado em 17/12/97, aprovou no dia 11 de março de 2014, a indicação de Banca Examinadora de Dissertação de Mestrado do aluno Delvanei Gomes Bandeira Junior cujo título é "Conversor CC-CC T-Type ZVS PWM Análise, Projeto e Implementação".
Área de Conhecimento: Eletrônica de Potência e Acionamento Elétrico
 Banca Examinadora: Prof. Ivo Barbi, Dr. - orientador - UFSC; Prof. Marcelo Lobo Heldwein, Dr; Prof. Sérgio Vidal Garcia Oliveira, Dr. - FURB-UDESC; Prof. Telles Brunelli Lazzarin, Dr. - UFSC e Eng. Gierri Waltrich, Dr. - Suplente - UFSC Data: 26/03/2014 Horário: 14:00 h Local: Auditório do INEP

Tese de doutorado: Paralelismo de Inversores de Tensão from INEP UFSC on youtube (APLICAÇOES EM UPS ) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA BRASIL


 Tese de doutorado: Paralelismo de Inversores de Tensão from INEP UFSC on youtube (APLICAÇOES EM UPS ) Doutorando: Telles Brunelli Lazzarin
Título: Paralelismo de inversores de tensão
 Orientador: Prof. Ivo Barbi,
Dr. Banca: Prof. Ernane Antônio Alves Coelho,
 Dr. - UFU Prof. Marcelo Lobo Heldwein,
 Dr. - UFSC Prof. Samir Ahmad Mussa,
Dr. - UFSC Prof. Marcello Mezaroba,
Dr. UDESC Prof. Enio Valmor Kassick Dr. - Suplente - UFSC

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

CONFERENCIA " UPS TENDENCIAS TECNOLOGICAS" DICTADA EN LA FACULTAD DE INGENIERIA ELECTRONICA EN LA UNIVERSIDAD NACIONAL MAYOR DE SAN MARCOS LIMA-PERU 17-01-2013















































































REALMENTE FUE MUY GRATO VOLVER A MI ALMA MATER FACULTAD DE INGENIERIA ELECTRONICA FIEE DE LA UNIVERSIDAD NACIONAL MAYOR DE SAN MARCOS Y DICTAR UNA PEQUEÑA CONFERENCIA,TODA VEZ QUE VIAJE A LIMA-PERU FUE DE UN MOMENTO A OTRO ESPERO PARA LA PROXIMA VEZ PLANIFICAR MEJOR ,MAS LA VIDA ES MUY DINAMICA.SALUDOS A MI QUERIDA FACULTAD POR SU ANIVERSARIO,QUE CADA DIA SUPEREMOS NUESTROS LIMITES Y SEAMOS MEJORES COMO PERSONAS Y PROFESIONALES,HAGO EXTENSIVO MI SALUDO A LA ACTUAL DECANA DE LA FACULTAD LA DRA. TERESA NUÑEZ ZUÑIGA  Y A TODA LA COMUNIDAD ACADEMICA Y TRABAJADORES EN GENERAL.

Brazilian-German Innovation Congress How to turn Intellectual Capital into Business Success 01.12. - 03.12.2014 World Trade Center São Paulo


LINK ORIGINAL NOTICIA : http://www.bg-innocong.com/pt/inicio/

Bem-vindo ao Brazilian-German Innovation Congress


  • Como a indústria pode aumentar a sua competitividade através da introdução de novas tecnologias e soluções inovadoras?
  • Como se pode superar as barreiras entre o "mundo científico" e o "mundo prático"?
  • O que ajuda no crescimento das empresas inovadoras e garante o seu sucesso nos negócios?
O ¨Brazilian-German Innovation Congress¨ que será realizado entre 1-3 de Dezembro irá responder estas perguntas, reunindo representantes de alto nível da indústria e da pesquisa aplicada, empreendedores e facilitadores de inovação do Brasil e da Alemanha.

Seus Benefícios
  • Saiba mais sobre novas formas de cooperação indústria-ciência e como a sua empresa pode se tornar parte da inovação no Brasil.
  • Discutir como a colaboração internacional em pesquisa aplicada pode ser apoiada por facilitadores de inovação público e privados!
  • Descubra como a cultura da inovação brasileira e alemã cria sinergias e melhores práticas para a indústria!
  • Observe em tempo real como equipes interdisciplinares encontram soluções rápidas para os desafios da indústria!
  • Entre em contato com os seus futuros parceiros de inovação!


Design and control of unified power conversion system for ELECTRIC VEHICLE ( EV ) AUTHOR: SANG HOON DEPT. OF MECHATRONICS ENGINEERING SUNGKYUNKWAN UNIVERSITY











Design and control of unified power conversion system for EV
 AUTHOR:SANG HOON
 DEPT. OF MECHATRONICS ENGINEERING SUNGKYUNKWAN UNIVERSITY 

ABSTRACT Most developed countries that produce vehicles and automobile companies invest in lots of budgets for developing electric vehicle to reduce the use of fossil fuel. Particularly, as the battery technology has been made rapid progress, electric vehicles are able to operate with only battery system. In this context, battery charger connected with grid is required to charge the batteries attached with vehicles. Battery charger charges the battery bank through using the electrical energy of grid, and the operation is similar with that fossil fuel is injected into the gas tank of an internal-combustion engine. This system requires input power factor controller and energy conversion system for charging the battery bank, and the system generally consists of diode rectifier and DC/DC converter or single stage AC/DC PWM converter. In the case of the charger that consists of diode rectifier and DC/DC converter, based on the voltage level of battery, the battery is charged through using buck type or boost type DC/DC converter, and the input power factor is controlled as well. On the other hand, AC/DC PWM converter contains single stage circuit that consists of power semi-conductor switching devices instead of diode rectifier, and the converter charges battery and controls input power factor. Moreover, the structures of energy conversion system to control motor are classified into two types. The first type is that the voltage and capacity of battery bank is bulky. In this case, the battery bank is employed as the input of inverter. The inverter supplies energy for operating to motor and transports free-wheeling energy generated when vehicle brakes suddenly to the battery bank through simple rectifying operation. The second type is that the voltage and capacity of the battery bank is comparably low. When the vehicle is operating, the Bi-directional DC/DC converter boosts the battery energy until the voltage is same as that of inverter DC-link. On the other hand, when the vehicle is braking, the free-wheeling energy is charged into the battery bank through the Bi-directional DC/DC converter. In this paper, battery charger used for electric vehicle as an energy conversion system, Bi-directional DC/DC converter, and three-phase voltage source inverter were designed. The inverter performs the vector control of interior synchronous permanent magnet motor for electric vehicle. Also, depending on the driving mode, simulation was performed through using the designed energy conversion system. The battery charger charges four 12[V] series connected lead battery bank with single commercial power, and the charger was designed based on AC/DC PWM buck converter. The capacity of the employed battery bank is 48[V]/100[Ah], and the battery bank was charged in constant current control condition with 0.2[C-rate], 20[A]. The Bi-directional DC/DC converter was designed based on three-phase interleaved type buck-boost DC/DC converter. The designed converter controls the output voltage constantly as 250[V] in operating condition, and the inductor current of each phase was controlled by the designed converter to have same average current value. Particularly, the DC-link voltage of inverter is controlled in 230~270[V] range by the instantaneous boost and buck operations of Bi-directional DC/DC converter in free-wheeling mode. Due to the operational characteristic of the Bi-directional DC/DC converter, the DC-link voltage of the inverter is able to be stable, and the system shows better performance than vector controlled system since DC-link voltage of the inverter is controlled in definite range when free-wheeling mode is turned into driving mode. Previously mentioned, 1.2[kW] battery charger was designed for the 0.2[C-rate] constant current and 50.7[V] constant voltage control of 48[V]/100[Ah] battery bank, and 4[kW] Bi-directional DC/DC converter for boosting the charged energy of battery bank and three-phase voltage source inverter were designed. The designed energy conversion systems verified the validity of results through presenting the experimental results depending on the driving modes of electric vehicle.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Amantys Insight Showreel and Demonstration -MONITORANDO OS IGBT ONLINE DOS CONVERSORES DE POTÊNCIA VIA FIBRA OPTICA Y WEB.

The Emerging Role of Preventative Maintenance in Wind Turbines Richard Ord, Marketing Director, Amantys Limited, Cambridge, UK




In contrast to on-site staff at traditional power stations, or the ready road access to transformer stations, wind turbines are generally unmanned and located in remote rural areas, or in offshore wind farms. By nature, access for maintenance is difficult, with trips planned well in advance, but entirely contingent on prevailing weather conditions. When it comes to the reasons for wind turbine down-time, around half of all the faults are related to the inverter tripping out or failing. Combining the worlds of analog power electronics with the digital domain of deeply embedded digital control techniques gives more insight. Richard Ord, Marketing Director, Amantys Limited, Cambridge, .

In contrast to on-site staff at traditional power stations, or the ready road access to transformer stations, wind turbines are generally unmanned and located in remote rural areas, or in offshore wind farms. By nature, access for maintenance is difficult, with trips planned well in advance, but entirely contingent on prevailing weather conditions. When it comes to the reasons for wind turbine down-time, around half of all the faults are related to the inverter tripping out or failing. Combining the worlds of analog power electronics with the digital domain of deeply embedded digital control techniques gives more insight. Richard Ord, Marketing Director, Amantys Limited, Cambridge, UK How many times have you driven past a set of wind turbines on a windy day and noticed that many aren’t working? Is it any wonder the anti-green lobby gain traction in debating the move to cleaner energy sources when wind energy companies cannot consistently predict maintenance failures? What’s surprising is that the majority of wind turbine issues aren’t related to the core structure. In fact, around half of maintenance problems are actually related to the power electronics- a problem that isn’t easily fixed. A recent story highlights one of the challenges of power electronics in offshore wind farms, with the Carbon Trust recommending better barges for the North Sea to cope with the frequent unplanned maintenance demands of offshore wind farms.
FULL PAPER
LINK ORIGINAL
http://www.power-mag.com/feature_detail.php?id=276

RETIFICADOR TRIFÁSICO PWM DE ALTA EFICIÊNCIA COM FUNÇÃO BYPASS E CARACTERÍSTICAS ELEVADORA E ABAIXADORA DE TENSÃO PARA CARREGAMENTO DE BATERIAS DE VEÍCULOS ELÉTRICOS EDUARDO FAÇANHA DE OLIVEIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA





RETIFICADOR TRIFÁSICO PWM DE ALTA EFICIÊNCIA COM FUNÇÃO BYPASS E CARACTERÍSTICAS ELEVADORA E ABAIXADORA DE TENSÃO PARA CARREGAMENTO DE BATERIAS DE VEÍCULOS ELÉTRICOS EDUARDO FAÇANHA DE OLIVEIRA
 Dissertação submetida à Universidade Federal do Ceará como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica.
 Área de concentração: Eletrônica de Potência.
Orientador: Prof. Dr. Demercil de Souza Oliveira Júnior.
 Coorientador: Dr.-Ing. Samuel Vasconcelos Araújo
FORTALEZA 2013-BRASIL

RESUMO Quando um conversor opera com uma larga diferença entre os níveis de tensão de entrada e de saída, normalmente é possível identificar uma redução significante no seu desempenho. A razão disto é o aumento da quantidade de energia processada, que primeiramente precisa ser armazenada em um elemento passivo (indutor), antes de ser entregue à carga. É possível dizer que quão maior for a quantidade dessa energia “indireta”, menor será a eficiência do sistema. Tal situação é especialmente crítica para inversores e retificadores com correção de fator de potência (PFC), visto que a razão cíclica dos interruptores abrange praticamente todos os possíveis valores. Em casos em que a diferença entre o valor de pico da tensão CA e o valor médio da tensão CC é grande, o índice de modulação é desviado consideravelmente de 1 e, consequentemente, maiores perdas são esperadas. Para lidar com tal situação, é proposto um retificador com característica abaixadora e elevadora utilizando uma função chamada de bypass. Esta função permite que o retificador escolha entre os dois barramentos o que melhor se adapta ao nível de saída desejado em função do ponto de operação da tensão senoidal de entrada, maximizando a eficiência. Algumas das vantagens esperadas com a utilização da função bypass são: redução das perdas totais por meio da operação parcial com estágio único; maior número de níveis de tensão, reduzindo a corrente de modo comum e o volume do filtro de entrada, além de resultar em menores esforços de tensão sobre os semicondutores; e, finalmente, redução de perdas adicionais e no tamanho do sistema, visto que o conversor Buck de saída é projetado para apenas uma fração da potência total. Em adição, são apresentadas possíveis configurações de conversores de potência para o carregamento de baterias de veículos elétricos. Topologias de retificadores trifásicos com PFC com corrente de entrada senoidal e tensão de saída controlada são analisadas e propostas, e suas funcionalidades e características básicas descritas brevemente. Fórmulas analíticas para o cálculo dos esforços de tensão e corrente sobre os semicondutores de potência são fornecidas. A fim de avaliar comparativamente o desempenho das topologias selecionadas, fatores adimensionais de referência são definidos com base nos esforços elétricos sobre os semicondutores e no volume dos indutores. As características do sistema proposto, incluindo princípio de operação, estratégia de modulação, equações de dimensionamento e cálculos de perdas e eficiência, são descritas em detalhes. Finalmente, a viabilidade do conceito de bypass é demonstrada por meio de resultados experimentais obtidos a partir de um protótipo de 22 kW.
 LINK
http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/5591/1/2013_dis_efoliveira.pdf

ON THE PERSPECTIVES OF WIDE -BAND GAP POWER DEVICES IN ELECTRONIC-BASED POWER CONVERSION FOR RENEWABLE SYSTEMS AUTHOR:SAMUEL VASCONCELOS ARAÚJO - FACULTY OF ELECTRICAL ENGINEERING COMPUTER SCIENCES OF THE UNIVERSITY KASSEL GERMANY

                      SINGLE -PHASE PROTOTYPE  WITH INFINEON 1700V-JFETS
                       THREE-PHASE PROTOTYPE WITH INFINEON 1700V-JFETS




ON THE PERSPECTIVES OF WIDE-BAND GAP POWER DEVICES IN ELECTRONIC-BASED POWER CONVERSION FOR  RENEWABLE SYSTEMS AUTHOR SAMUEL VASCONCELOS ARAÚJO
THESIS THE ACADEMIC DEGREE OF DOKTOR DER INGENIEUR-WISSENSHAFTEN (DR-ING).FACULTY OF ELECTRICAL ENGINEERING COMPUTER SCIENCES OF THE UNIVERSITY OF KASSEL GERMANY

FOREWORD

Power Electronics is taking an increasingly important role in our dailt lives, as it is the keystone not only to be efficient , but also cost effective and reliable use of electric energy in all possible fields of aplication;ranging from power supply from renewable energy sources to industry,IT and transportation. The first revolution in this field of technology came in the 1960 with the viability of switched-mode power conversion ,owning to the emergence of BJTs operating at higher speeds.The development of MOSFETs and later IGBTs provided a futher step in the direction towards higher frequency and power levels.
The advent of power device based on silicon carbide (SiC) and gallium nitride (GAn) is curently pointing in the direction of a second revolution,whwre several paradigms concernig the design and performance of power conversion stages will be broken.

FULL THESIS
http://www.uni-kassel.de/upress/online/frei/978-3-86219-486-5.volltext.frei.pdf


Dr.Ing. SAMUEL VASCONCELOS ARAÚJO (FACULTY OF ELECTRICAL ENGINEERING COMPUTER SCIENCES OF THE UNIVERSITY OF KASSEL GERMANY) ,GRADUATION STUDENT IN THE FEDERAL UNIVERSITY OF CEARA (UFC-2005) BRASIL WORKING IN THE GEPEC LABORATORY.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

EMC: A mapping for the Compact Muon Solenoid CMS experiment Fernando José González Arteche TESIS DOCTORAL UNIVERSIDAD DE OVIEDO Departamento de Ingeniería Eléctrica, Electrónica, de Computadores y Sistemas




EMC: A mapping for the Compact Muon Solenoid  CMS experiment
Fernando José González Arteche
TESIS DOCTORAL UNIVERSIDAD DE OVIEDO
Departamento de Ingeniería Eléctrica, Electrónica, de Computadores
y Sistemas
ABSTRACT
Introduction The Compact Muon Solenoid (CMS) is one of the four high-energy physics experiments under construction at CERN for the Large Hadron Collider (LHC) accelerator. The dimensions of the CMS detector are about 30 meters long and 25-meter diameter, with a total weight of around 13000 tons. The CMS detector is divided in five sub-systems located at different layers of the structure. Each sub-system has distinct objectives and processes different signal and energy levels. In general, high-energy physics (HEP) experiments identify particle interactions and measure their energy using sensitive detection devices such as silicon and pixel detectors, wire chambers, scintillators and optical devices. In the CMS experiment, the detected electrical signal is amplified and processed by the front-end electronics (FEE), which communicate, via optical links, with the acquisition system located 120 meters away from the detector. The read-out electronics of the CMS experiment are designed to process signals of a few mV digitizing them synchronously at 40 MHz. Part of this electronics is located inside of a harsh environment with particle radiation and a DC magnetic field of 4 Tesla.
FULL THESIS
https://copy.com/jpKjlUr08vtbguho

Power Electronics Semiconductor Devices Edited Robert Perret



sábado, 22 de novembro de 2014

CONVERSOR PUSH-PULL EM CORRENTE






































LINK ARTICULO EN PDF
https://copy.com/oJUsDXKrrYfbAJeb
ARCHIVO MATHCAD
LINK1
https://copy.com/YXOgBr8Jjnjltqsz

PROYECTO POWER FACTOR CORRECTION PFC BOOST RED DE REALIMENTACION TENSION Y CORRIENTE


PROYECTO POWER FACTOR CORRECTION PFC BOOST

EL CONVERSOR BOOST ES UN FAMOSO CONVERSOR ELEVADOR DC/DC  CUYA FUNCION PRINCIPAL ES CONSEGUIR UN ALTO FACTOR DE POTENCIA EN LA ENTRADA DEL CONVERSOR Y UNA BAJA DISTORSION ARMONICA TOTAL DE CORRIENTE (THD DE CORRIENTE ).
EL SIGUIENTE ANALISIS REALIZA LA MALLA DE REALIMENTACION CERRADA Y LA MALLA DE REALIMENTACION DE CORRIENTE,SE HACE EL ANALISIS MATEMATICO Y LOS DIAGRAMAS DE BODE,SIGUIENDO LOS CONOCIMIENTOS BASICOS DE LA TEORIA DE CONTROL LINEAL CLASICA CURSADA EN LAS CLASES DE INGENIERIA ELECTRÓNICA.

ARCHIVO COMPLETO EN PDF
https://copy.com/ghuFkfHhQZc6dBxN

ARCHIVO EN MATHCAD
https://copy.com/8RaWHANo9ua37vWd

ESTE TRABALHO E UMA AMOSTRA DOS ARQUIVOS QUE ESTUDE JUNTO COM MEU GRANDE AMIGO DR. ENG LUCAS MENEZES QUANDO TRABALHABA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CEARA JUNTO COM A EMPRESA MICROSOL FORTALEZA CEARA,O GEPEC GRUPO DE ELETRÕNICA DE POTÊNCIA DE CEARA E UM DOS MAIS
PRESTIGIOSOS LABORATORIOS DE PESQUISA D ELETRÕNICA DO BRASIL

PROYECTO DE TRANSFORMADOR DE PULSOS CON NUCLEO DE FERRITE


EL SIGUIENTE ES UN EJERCICIO SIMPLE DE PROYECTO DE UN TRANSFORMADOR
DE PULSOS MUY UTILIZADO EN LA ELECTRONICA DE POTENCIA COMO CIRCUITO DE
DE DISPARO AISLADO DE TRANSISTORES BIPOLARES,TRANSISTORES MOSFET ETC.

ESTOS TRANSFORMADORES POR TRABAJAR EM MEDIANAS FRECUENCIAS DE POR EJEMPLO 20KHZ TIENE QUE USAR NUCLEOS MAGNETICOS APROPIADOS A LA FRECUENCIA COMO FERRITAS EN ESTE CASO USAMOS EL NUCLEO DE FERRITA MAS
COMUN EN BRASIL EL FABRICADO POR LA EMPRESA THORTON
WEBSITE: http://www.thornton.com.br/produtos/nee.htm

LOS ARCHIVOS DEL PROYECTO ESTAN EN  MATHCAD ,PUEDES USAR PARA ABRIRLOS EL MATHCAD13,MATHCAD14 OU MATHCAD 15 ,DEPENDE DE LA COMPATIBILIDAD DEL ARCHIVO.

LINK DE LOS ARCHIVOS MATHCAD ESTAN COMPRIMIDOS EN WINRAR
https://copy.com/rihuLO93P30mr0o3

LINK DEL PROYECTO TRANSFORMADOR DE PULSOS EN PDF
https://copy.com/Ocq1oGUXaUjmc2aF

BUEN ESTUDIO PARA TODOS.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

8º SEPOC (Seminário de Eletrônica de Potência e Controle) e o 2º SESP (Seminário de Energia e Sistemas de Potência)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA-RIO GRANDE DO SUL-BRASIL

Sessões Plenárias
 Planejamento e desempenho do setor elétrico durante a Copa do Mundo FIFA 2014
 (Download)
http://w3.ufsm.br/rei/files/rei2014-plenaria-delfim_zaroni.pdf

 Eng. Delfim Maduro Zaroni Operador Nacional do Sistema - ONS 24/08 (domingo), 18h30-20h00

 Resumo A Copa do Mundo da FIFA ocorreu no período de 12 de junho a 13 de julho de 2014 nas cidades de São Paulo – onde ocorreu a abertura – Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Salvador, Recife, Fortaleza, Natal, Manaus, Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro – onde aconteceu o encerramento. O equacionamento do atendimento elétrico foi um dos desafios impostos não apenas ao governo, mas a todo o Setor Elétrico Brasileiro. A preparação para o evento teve início em agosto de 2010, quando o Ministério de Minas e Energia (MME), com base na deliberação do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), criou o Grupo de Trabalho para a Copa do Mundo de 2014 (GT Copa 2014). No processo de preparação, realizou-se a identificação das instalações estratégicas, de acordo com o seu nível de impacto no sistema, e uma análise detalhada das condições de atendimento às regiões metropolitanas associadas aos locais de realização dos jogos. Assim, foi possível efetuar um diagnóstico das condições operativas de suprimento às respectivas áreas, bem como elencar um conjunto de ações a serem realizadas no sistema de transmissão, de forma a assegurar um suprimento de energia durante a realização do evento com padrões de segurança diferenciados. Na palestra, serão detalhadas estas ações, que asseguraram a normalidade da operação do Sistema Interligado Nacional e o suprimento de energia elétrica às cidades sede. Ao final, serão apresentados, também de forma detalhada, os resultados registrados na qualidade e na segurança do fornecimento de energia elétrica às cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014.


Formado em Engenharia Elétrica em 1982, pela Universidade Federal Fluminense, em Niterói, RJ. É pós-graduado pela Universidade Federal de Itajubá, MG, em 1984, com especialização em Sistemas de Potência. Em 2005, concluiu MBA em Administração, com foco no Setor Elétrico Brasileiro, pela Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro, RJ. Trabalhou na ELETROBRÁS de 1985 a 1998. Desde 1998, trabalha no Operador Nacional do Sistema Elétrico, já tendo atuado em várias áreas vinculadas à Operação do Sistema Interligado Nacional e, em especial, no Centro Nacional de Operação do Sistema. Desde 2012, é Assessor da Diretoria de Operação do ONS. É autor de vários artigos técnicos em eventos nacionais e internacionais. Coordena tecnicamente o Encontro para Debates de Assuntos de Operação (EDAO) e também o Seminário Nacional de Operadores de Sistemas e de Instalações Elétricas (SENOP), tradicionais fóruns da Operação do Sistema Interligado Nacional, que acontecem a cada dois anos desde a década de 80.
LINK ORIGINAL
http://w3.ufsm.br/rei/index.php/programa/sessoes-plenarias